domingo, 31 de janeiro de 2010

Who Wants To Live Forever - Queen

Não há tempo para nós

Não há lugar para nós

Que coisa é essa que constrói nossos sonhos

E vai para longe de nós?

Quem quer viver para sempre?

Quem quer viver para sempre?

Não existe chance para nós

Está tudo decidido para nós

Esse mundo tem somente um momento doce

Reservado para nós

Quem quer viver para sempre?

Quem quer viver para sempre?

Quem ousa amar para sempre?

Quando o amor deve morrer?

Então toque minhas lágrimas com seus lábios

Toque meu mundo com a ponta dos seus dedos

E poderemos viver para sempre

E poderemos amar para sempre

Para sempre é nosso hoje

Quem quer viver para sempre?

Quem quer viver para sempre?

Para sempre é nosso hoje

Quem espera para sempre, afinal?

(Ilustração: Adrian Paul as Connor MacLeod – “Highlander”)

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

A Idade De Ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz.

Somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-los, a despeito de todas as dificuldade e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores.

Tempo de entusiasmo e coragem em que todo desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo novo, de novo e de novo, e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE, também conhecida como AGORA ou JÁ e tem a duração do instante que passa…

- Mário Quintana -

SEM HIPOCRISIA - O Que Se Passa Na Mente De Quem Se Diz Do Bem...

Ignoro a intolerância

Não tolero a ignorância

O medo , a subserviência

A silenciosa violência

Meu ódio não me permite paz

E me torno tão ignorante a ponto de próprio não suportar-me

Miseráveis conceitos de certo e errado

Se esquecidos , reportam-me rapidamente como humilhado

Orgulho de quem se combate

E erra em combater quem erra

Sou um poço de erros que não tolera

E me enfurece a anarquia que cometem a si próprios

E me pego a pensar pq se tornam tão impróprios

Já que nas palavras são tão senhores de seus destinos

Caem prostrados diante dos desatinos

Buscam braços , sangue e força para subir

Agarrados no limo de suas temeridades

Perdem o equilibrio e caem novamente quando vêem a tempestade

Não tolero medo pequeno

Medo do sereno

O gostar ameno

Admiro a dor de querer

Ignoro quem se ajoelha pra morrer

Não me corre nas veias , sangue de compaixão

Salta-me aos olhos o morrer de paixão

Mostrar as garras a um sombrio futuro

Sangrar-se perante o obscuro

Sagrar-se luz perante o escuro

O homem não perde tudo na sua guerra

Mas quando nas batalhas dobra os joelhos

Pede clemência e ajuda

Fica com a voz muda

Como se a justiça fosse feita

Cortam-lhe as mãos

E diante do medo ... aceita

Um homem não tolera quando lhe ditam

Não emudece quando lhe gritam

Não silencia diante do gigante

Faz pra si , seu próprio signo

Morre sem nenhum resquício de paz

Nenhum indicio incapaz

Mas morre digno !

Não tolero a indignidade

A pena pelo fraco

A liberdade apenas na fala

Amar aos poucos , em pequenos frascos

Odeio a aceitação da imperfeição moral

A mesquinhez de se olhar menor

Deixa-me indignado a frustração

Decepciona-me quem prefere arrastar-se pelo pior

Se assim pudesse pisar , pisaria

Esmagar , ver retorcer-se

A um pobre soldado amedrontado , não há gloria

E vence-lo , nem vejo honrosa vitória ...

Minha paz é minha alma em desespero

Meu sangue percorrendo o coração

Sou hipócrita em minhas palavras de consolo e amor

Não me sensibilizo com sua dor

E minto ao lhe dar perdão ...

- Fabricio Marchi -

(Ilustração: SUVÉE, Joseph-Benoit - "Combat de Minerve contre Mars")

domingo, 24 de janeiro de 2010

A Ponte Para O Sempre

Pensamos que, às vezes, não restou um só dragão.

Não há mais qualquer bravo cavaleiro, nem uma única princesa a passear por florestas encantadas.

Pensamos, às vezes, que a nossa era está além das fronteiras, além das aventuras. Que o destino já passou do horizonte e se foi para sempre.

É um prazer estar enganado.

Princesas e cavaleiros, encantamentos e dragões, mistério e aventura... não existem apenas aqui e agora, mas também continuam a ser tudo o que já existiu nesse mundo.

Em nosso século, só mudaram de roupagem. As aparências se tornaram tão insidiosas que as princesas e cavaleiros podem se esconder uns dos outros, podem se esconder até de si mesmos.

Contudo, os mestres da realidade ainda nos encontram, em sonhos, para nos dizerem que nunca perdemos o escudo de que precisamos contra os dragões; que uma descarga de fogo azul nos envolve agora, a fim de que possamos mudar o mundo como desejarmos.

A intuição sussurra a verdade!

Não somos poeira, somos magia!

Feche os olhos e siga sua intuição.

- Richard Bach –

(Ilustração: WATERHOUSE, John William – “The Lady of Shalott”)

Felicidade...

Durante anos procuramos encontrar

alguém que nos compreenda,

alguém que nos aceite como somos,

capazes de nos oferecer a felicidade,

apesar das duras provas.

Apenas ontem descobri que esse mágico alguém

é o rosto que vemos no espelho.

- Richard Bach –

(Ilustração: DAENI, Pino – “Contemplation”)

Nunca...

Nunca fui como todos

Nunca tive muitos amigos

Nunca fui favorita

Nunca fui o que meus pais queriam

Nunca tive alguém que amasse

Mas tive somente a mim

A minha absoluta verdade

Meu verdadeiro pensamento

O meu conforto nas horas de sofrimento

não vivo sozinha porque gosto

e sim porque aprendi a ser só...

- Florbela Espanca -

Eu Não Existo Sem Você

Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim

Que nada nesse mundo levará você de mim

Eu sei e você sabe que a distância não existe

Que todo grande amor

Só é bem grande se for triste

Por isso, meu amor

Não tenha medo de sofrer

Que todos os caminhos

Me encaminham pra você

Assim como o oceano

Só é belo com luar

Assim como a canção

Só tem razão se se cantar

Assim como uma nuvem

Só acontece se chover

Assim como o poeta

Só é grande se sofrer

Assim como viver

Sem ter amor não é viver

Não há você sem mim

Eu não existo sem você

- Vinícius de Moraes -

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Ainda Consigo ...

Me deixe enlouquecer

Nessa beleza que insiste ter o mundo

Meus olhos não vêem mais assim

Tá meio obscuro , meio torto , imundo

Enlouquecer é esquecer da real razão

Abrir mão do raciocínio

Estar algemado , mas mesmo assim livre

Preso e mesmo assim fingir que não está

Porque a liberdade não está la fora

Reside na idéia de que não há prisão a quem sonha

Quem pode segurar teus desejos ?

Apenas você ...

Quando enlouquecer ...

Perceba como tudo perde o sentido , até você mesmo

Uma pequena engrenagem a girar dentro de uma outra maior

Não trava ao pensar , não para ao agir ... apenas segue girando

Todos são meros expectadores do nada que se tornou

Mal sabem que você apenas deixou a dor de lado

A indecisão

E se tornou parte do todo

E mesmo coerente de que nada mais acrescenta

Pode ensinar a quem assim se ache normal ,

que não há nada mais a acrescentar

Eu queria enlouquecer ... mas ainda não me permito

Ainda me vejo parte da fantasia normal que me proporcionaram

Mas deve ser bom jogar tudo pro ar

Como tomar um analgésico eterno

Pra essa Dor de Cabeça que é viver ...


- Fabrício Marchi -

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Quem Sabe Um Dia

Hoje eu queria paz

Parar de pensar em defesa

Parar de preocupar

De sentir medo

Desesperança

Só hoje

Imaginar perfeição como num sono

Como num sonho

Um dia só de paz

Daqueles pra você se lembrar quando tudo dá errado

E que apenas naquele deu certo , então há esperança

Não precisa céu azul

Nem tão pouco uma bela paisagem

Um pouco de silencio sim

Talvez só a respiração

Sorrir de coisas sem graça

Virar criança

Fazer um bolo

Sentir o vento ... falar baixo , falar de amor

Amor eterno

Nem que fosse por um dia

Recostar em teu colo e ouvir o coração

A eternidade de um dia

Nem precisa ser o dia inteiro

Só sentir a paz que tanto queremos

Sem esse amargor dos dias

Esse fel

Sentir protegido

Não precisar chorar escondido

Nem ter nenhum plano

Dizer eu te amo ...

Um dia quem sabe se tem esse dia

Nem que for pra entrar na realidade novamente

Mas que pudesse ter a oportunidade de levar pro resto da vida

A certeza

Que por um dia apenas fui feliz ... em vida ... em paz !

- FABRICIO MARCHI -

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Melancolia...

Sou Andante triste
Passos solitários na areia
Em que o mar destrói pegadas
Quisera eu que levasse minhas mágoas
Que o coração me desse trégua
Que eu pudesse seguir em paz as marcas que antes deixaste

Mas pra que lado anda uma alma perdida ?
Tanto faz

Não escuto o mar
Apenas tua voz
Agora me resta por companhia o oceano
Ele gigante , eu diminuto ... a sós

Não adianta jogar-me as águas
Vã esperança de alivio
Molham-me o corpo , mas a alma pesada permanece
Não se redime , não se perdoa , não lhe esquece
Fria a água
Fria a alma
Que não aquece

Nada que queira me seguir , me acompanha
E se assim insistir não vejo
Antes mergulhar no mar que mergulhar em si
Dele se sabe a profundidade
De nosso coração só se mede ... saudade
E saudade é sem fim
Ninguem que a sente sabe nadar
Morre cansado
Afogado

Então , apenas ando a beira da praia
Admiro a noite que chega
A lua que brilha
O sol que desmaia
Seus passos na areia se foram
E tudo que era seu , que existia ou existe
Ainda sós , eu e o mar
Tristonho , tristeza ... triste ...

- FABRICIO MARCHI -

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Mulher Madura

Quando resolvi escrever sobre a MULHER MADURA, pensei em mim e em todas as mulheres de trinta, quarenta, cinquenta... não importa a idade, claro, não desmerecendo as mais novas, até porque, pretendo falar de toda vivacidade que elas possuem. A MULHER MADURA tem um jeito todo especial de ser. MULHER MADURA não é ventania, ela é ar em movimento. Ela possui uma beleza peculiar que não se iguala a nenhuma outra. Pena daqueles que não sabem percebê-las!!!

A MULHER MADURA não PEGA, ela TOCA.

A MULHER MADURA não come, ela se ALIMENTA.

A MULHER MADURA não provoca, ela já é PROVOCANTE.

A MULHER MADURA não é inteligente, ela é SÁBIA.

A MULHER MADURA não se insinua, ela mostra o CAMINHO sutilmente.

A MULHER MADURA não se precipita, ela espera o MOMENTO CERTO.

A MULHER MADURA não nada, ela NAVEGA.

A MULHER MADURA não voa, ela FLUTUA.

A MULHER MADURA não pensa em quantidade, ela prefere QUALIDADE.

A MULHER MADURA não vê, ela OBSERVA.

A MULHER MADURA não anda, ela CAMINHA.

A MULHER MADURA não deita, ela ADORMECE.

A MULHER MADURA não é pretensiosa, ela simplesmente se GOSTA.

A MULHER MADURA não julga, ela ANALISA.

A MULHER MADURA não compara, ela ASSIMILA.

A MULHER MADURA não consola, ela ACALENTA.

A MULHER MADURA não acorda, ela DESPERTA.

A MULHER MADURA não coloca algemas, ela os deixa LIVRE.

A MULHER MADURA não enfeitiça, ela ENCANTA.

A MULHER MADURA não é decidida, ela apenas sabe O QUE QUER.

A MULHER MADURA não é exigente, ela é SELETIVA.

A MULHER MADURA não se senti velha, ela se considera EXPERIENTE.

A MULHER MADURA não se lamenta, ela tenta fazer DIFERENTE.

A MULHER MADURA não tem medo, ela tem RECEIOS.

A MULHER MADURA não faz juras, ela deixa por conta do TEMPO.

A MULHER MADURA não tira conclusões, ela faz SUPOSIÇÕES.

A MULHER MADURA “não desce do salto”, ela tem “JOGO DE CINTURA”.

A MULHER MADURA não brilha, ela é ILUMINADA.

A MULHER MADURA não dá tchau, ela ACENA.

A MULHER MADURA não gosta de ser vigiada, ela prefere ser ESCOLTADA.

A MULHER MADURA não é moderna, ela é ELEGANTE.

A MULHER MADURA não quer ser cobiçada, ela prefere ser DESEJADA.

A MULHER MADURA não possui sombras, ela tem AURA.

A MULHER MADURA não adivinha, ela tem PERCEPÇÃO.

A MULHER MADURA não faz sexo, ela é mestre na ARTE DE AMAR.

A MULHER MADURA não fica, ela se ENVOLVE.

A MULHER MADURA não é fácil, ela é FLEXÍVEL.

A MULHER MADURA não manda, ela ADMINISTRA.

A MULHER MADURA não aflora, ela é um constante FLORESCER.

Enfim, a MULHER MADURA é um conjunto de todas as belezas possíveis.

MULHER sensível, mas ao mesmo tempo uma verdadeira guerreira, é forte, mas é feminina, porém, muitos não possuem sensibilidade para perceber tal beleza, mas aqueles que descobrem... preferem morrer nos braços dessa tal mulher, que não é DOCE, mas que, simplesmente é puro MEL.

- Vanessa Pena -

O Orgasmo Trifásico

Orgasmo feminino é coisa da qual as mulheres entendem muito pouco e os homens, muito menos. Pelo fato de ser uma reação endócrina que se dá sem expelir nada, não apresenta nenhuma prova evidente de que aconteceu ou se foi simulado.

Orgasmo masculino não! É aquela coisa que todo mundo vê. Deixa o maior flagrante por onde passa.

Diante desse mistério, as investigações continuam e muitas pesquisas são feitas e centenas de livros escritos para esclarecer este gostoso e excitante assunto. Acompanho de perto, aliás, juntinho, este latejante tema.

Vi, outro dia, no programa do Jô Soares, uma sexóloga sergipana dando uma entrevista sobre orgasmo feminino. A mulher, que mais parecia a gerente comercial da Walita, falava do corpo como quem apresenta o desempenho de uma nova cafeteira doméstica.

Apresentou uma pesquisa que foi feita nos Estados Unidos para medir a descarga elétrica emitida pela "Periquita" na hora do orgasmo, e chegou à incrível conclusão de que, na hora "H", a "perseguida" dispara uma descarga de 250.000 microvolts. Ou seja, cinco "pererecas" juntas ligadas na hora do "aimeudeus!" seriam suficientes para acender uma lâmpada.

Uma dúzia, então, é capaz de dar partida num Fusca com a bateria arriada.

Uma amiga me contou que está treinando para carregar a bateria do telefone celular. Disse que gozou e, tchan, carregou.

É preciso ter cuidado porque isso não é mais "xibiu", é torradeira elétrica! E se der um curto circuito na hora de "virar o zoinho", além de vesgo, a gente sai com mal de Parkinson e com a lingüiça torrada.

Pensei: camisinha agora é pouco, tem de mandar encapar na Pirelli ou enrolar com fita isolante. E na hora "H", não tire o tênis nem pise no chão molhado...

Pode ser pior!

É recomendável, meu amigo, na hora que você for molhar o seu "biscoito" lá na canequinha de sua namorada, perguntar:

- É 110 ou 220 volts?

Se não, meu xará, depois do que essa moça falou lá no Jô, pode dar"ovo frito no café da manhã.

Esse país não melhora por absoluta falta de criatividade...

São as mulheres, a solução contra o apagão.

- Millôr Fernandes -

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Opinião De Um Homem Sobre O Corpo Feminino

Não importa o quanto pesa. É fascinante tocar, abraçar e acariciar o corpo de uma mulher. Saber seu peso não nos proporciona nenhuma emoção.

Não temos a menor idéia de qual seja seu manequim. Nossa avaliação é visual, isso quer dizer, se tem forma de guitarra... está bem. Não nos importa quanto medem em centímetros - é uma questão de proporções, não de medidas.

As proporções ideais do corpo de uma mulher são: curvilíneas, cheiinhas, femininas... essa classe de corpo que, sem dúvida, se nota numa fração de segundo. As magrinhas que desfilam nas passarelas, seguem a tendência desenhada por estilistas que, diga-se de passagem, são todos gays e odeiam as mulheres e com elas competem. Suas modas são retas e sem formas e agridem o corpo que eles odeiam porque não podem tê-los.

Não há beleza mais irresistível na mulher do que a feminilidade e a doçura. A elegância e o bom trato, são equivalentes a mil viagras.

A maquiagem foi inventada para que as mulheres a usem. Usem! Para andar de cara lavada, basta a nossa. Os cabelos, quanto mais tratados, melhor.

As saias foram inventadas para mostrar suas magníficas pernas... porque razão as cobrem com calças longas? Para que as confundam conosco? Uma onda é uma onda, as cadeiras são cadeiras e pronto. Se a natureza lhes deu estas formas curvilíneas, foi por alguma razão e eu reitero: nós gostamos assim. Ocultar essas formas, é como ter o melhor sofá embalado no sótão.

É essa a lei da natureza... que todo aquele que se casa com uma modelo magra, anoréxica, bulímica e nervosa logo procura uma amante cheinha, simpática, tranqüila e cheia de saúde.

Entendam de uma vez! Tratem de agradar a nós e não a vocês, porque, nunca terão uma referência objetiva, do quanto são lindas, dita por uma mulher. Nenhuma mulher vai reconhecer jamais, diante de um homem, com sinceridade, que outra mulher é linda.

As jovens são lindas... mas as de 40 para cima, são verdadeiros pratos fortes. Por tantas delas somos capazes de atravessar o atlântico a nado. O corpo muda... cresce. Não podem pensar, sem ficarem psicóticas que podem entrar no mesmo vestido que usavam aos 18. Entretanto uma mulher de 45, na qual entre na roupa que usou aos 18 anos, ou tem problemas de desenvolvimento ou está se auto-destruindo.

Nós gostamos das mulheres que sabem conduzir sua vida com equilíbrio e sabem controlar sua natural tendência a culpas. Ou seja, aquela que quando tem que comer, come com vontade (a dieta virá em Setembro, não antes; quando tem que fazer dieta, faz dieta com vontade (sem sabotagem e sem sofrer); quando tem que ter intimidade com o parceiro, tem com vontade; quando tem que comprar algo que goste, compra; quando tem que economizar, economiza.

Algumas linhas no rosto, algumas cicatrizes no ventre, algumas marcas de estrias não lhes tira a beleza. São feridas de guerra, testemunhas de que fizeram algo em suas vidas, não tiveram anos 'em formol' nem em spa... viveram! O corpo da mulher é a prova de que Deus existe. É o sagrado recinto da gestação de todos os homens, onde foram alimentados, ninados e nós, sem querer, as enchemos de estrias, de cesáreas e demais coisas que tiveram que acontecer para estarmos vivos. Cuidem-no! Cuidem-se! Amem-se! A beleza é tudo isto.

- Paulo Coelho -